fbpx
+55(19)3493-9220 | (19)3493-5576 | (19)3493-4429 | WhatsApp: (19)99548-0301| (19)99800-7902 contato@petmed.com.br

Voluntariado em Projetos de Causa Animal

Por Pauline Machado

Para iniciarmos este ano de 2021 tão cheio de esperança por dias melhores, mais tranquilos e saudáveis, traremos durante o mês de janeiro conteúdos que contemplarão o tema bem-estar e corpo.
Como forma de ressaltar a importância dos animais neste contexto, conversamos com  uma pessoa muito especial –  Glícia Ribeiro de Oliveira, fonoaudióloga, mestre e doutora em Fonoaudiologia, e voluntária integrante da equipe do Santuário Ecológico Rancho dos Gnomos.

Com exclusividade, Glícia nos contou um pouco sobre o que mudou na sua vida a partir do trabalho no Rancho e sobre as reflexões que o convívio com os animais traz a todos nós, seres humanos.

Acompanhe!

PetMed – O que significa para você doar seu tempo como voluntária do Rancho dos Gnomos, em prol da saúde, do amor e do amparo aos animais?

Glícia de Oliveira – Doar meu tempo para ser voluntária do Rancho significa força e coragem para o meu dia a dia, principalmente pela história de servidão aos animais dos fundadores do Rancho – Marcos e Silvia, quanto hoje poder estar tão próxima desses animais que são acolhidos e que encontram uma nova chance de viverem como eles deveriam viver junto aos humanos, com amor, dedicação e respeito acima de tudo e dessa harmonia.

Então, hoje para mim, força e coragem são as duas palavras que resumem o vínculo que você pode ter com um animal em que você troca o olhar e, embora ele já tenha sofrido tanto, principalmente nas mãos do homem, ainda assim, ele te olha com muita compaixão. Lá no Rancho a gente encontra, principalmente, este sentimento, o de gratidão. Quando eles sentem que você está fazendo algo por eles, você percebe nitidamente o olhar deles de agradecimento, ao que brota genuinamente no meu coração cada dia mas também por estar vivendo isso junto deles.

PetMed – Há quantos anos você é voluntaria no Rancho dos Gnomos?

Glícia de Oliveira – Eu acompanho o trabalho, a história da Silvia e do Marcos pelas redes sociais há muitos anos, mas a primeira vez que eu os encontrei pessoalmente, e que, desde o primeiro momento já surgiu uma conexão tamanha com os dois e com a história deles, ainda mais de perto ali junto com os animais, fará dois anos agora em novembro, que eu tenho a honra mesmo de estar como voluntária do Rancho.

PetMed – O que lhe fez ser voluntária do Rancho e o que mudou na sua vida desde então?

Glícia de Oliveira – Eu fui passar um fim de semana pelo programa Eco Voluntário do Rancho, e lá eu pude presenciar algo que eu nunca tinha visto na minha vida. Que eu acompanhava a história do Rancho pelo Instagram, sabia do quanto a Silvia e o Marcos serviam aos animais, mas, quando eu cheguei lá era muito melhor do que eu tinha visto virtualmente.

Eu sentia verdade pelos vídeos e tudo, mas, quando você chega no Rancho, você sente uma energia de tanta verdade, de tanta transparência, que eu fiquei encantada. É surreal!

Então, o que me fez ser voluntária do Rancho, é que eu tento levar a minha vida sempre com muita verdade. Essa verdade eu pude encontrar no caminhar da Silvia e do Marcos e nesse amor em cada olhar dos animais, em que você vê o espelho de toda a história, então, isso me fez ser voluntária. A cada dia que passa eu quero mais estar junto, ajudar, apoiar e compartilhar dessa minha história com eles.

Um pouco antes de ser voluntária, eu tive alguns problemas pessoais em que eu estava um pouco desanimada, triste e hoje eu me sinto muito mais feliz, muito mais útil e muito mais forte com esse amor, com essa harmonia com os animais, com essa servidão.

Eu acho que eu passei a servir mais, não só com os animais, eu me sinto muito mais gentil, mais generosa e mais cuidadosa com todos os seres vivos. Tanto com os animais, como com uma formiguinha que eu já cuidava e tentava não pisar, mas, hoje eu quero ver onde ela mora, o que ela está comendo, sabe? Essas coisas mínimas, mas eu passei a valorizar cada detalhe, porque toda vida importa. Acho que isso mudou muito a minha vida.

PetMed – Por que a vida relacionada com os animais é melhor?

Glícia de Oliveira – Eu acho que a conexão principalmente. Esse vínculo com os animais nos faz melhor, sim. A vida é muito melhor com eles, principalmente porque a gente precisa ser como eles, sobretudo com relação ao amor incondicional, à fidelidade, ao olhar genuíno. Eu estou aqui respondendo e estou com uma das minhas quatro cachorras me lambeando. Eles estão o tempo todo se doando, se dando, se entregando, e eu acho que isso nos faz melhor a partir do momento em que a gente também se entende nesse vínculo.

Eu fiz meu mestrado e meu doutorado com intervenção assistida por animais. E, até no doutorado, trabalhei um pouco mais a parte quantitativa para mostrar que você fica melhor ao se relacionar com o cão. Você fala melhor, você se comunica melhor porque eu, como fonoaudióloga, uso o cão como um dispositivo terapêutico para motivação de linguagem, e, sem dúvida nenhuma , todos os pacientes em que eu estava com o cão a relação e o vínculo foram imediatos, como consequência natural, os benefícios são disparadamente melhores – não queixando da tradicional, do vínculo do terapeuta em si, mas, ajuda muito nessa conexão. Então, sem dúvida nenhuma é muito melhor estar com eles!

PetMed – O que mais você gostaria de acrescentar sobre as maravilhas de conviver – e servir aos animais?

Glícia de Oliveira – Primeiramente eu gostaria muito de agradecer o trabalho do Marcos e da Silvia, junto aos animais, e de acrescentar que eu estou muito grata com tudo o que eu tenho vivido junto ao Rancho dos Gnomos, participando dos resgates e das transferências dos animais. Me sentir, hoje, parte da família Rancho, é uma benção. Eu me sinto muito além da missão que eu achava que eu tinha. É muito significativo para mim, poder expandir o que eu vivo, o conhecimento do que eu vivo e do que eu desejo hoje para a humanidade, que é buscar cada vez mais harmonia entre todos do planeta, da galáxia, do universo e, além disso, buscar ser mais, cada vez mais ser mais forte, mais corajosa e viver mais em união pelos animais!

Sobre o Santuário Ecológico Rancho dos Gnomos

O casal Silvia e Marcos Pompeu, idealizadores e fundadores do Rancho dos Gnomos há quase 30 anos se dedicam no acolhimento de animais silvestres, exóticos e domésticos oriundos de apreensões ou resgates em situação de risco ou crime ambiental.

No trabalho de recuperação dos animais resgatados, inclui a possibilidade de reintrodução à natureza. Caso a necessidade em abrigá-los, recebem cuidados e tratamentos para além dos tradicionais, também os integrativos com o intuito máximo de reparar o que lhes foi “corrompido”.

São acolhidos 150 animais no total da sede de Cotia e de Joanópolis (SP), entre cães, porcos, gato do mato, cabras, macacos, gatos, bois, veadinhos, aves, onças pardas e pintada, leões e ursos.

  • Para conhecer mais o trabalho do Rancho dos Gnomos acesse:

www.ranchodosgnomos.org.br/
Instagram: @ranchodosgnomos

Confira mais do Blog