fbpx
+55(19)3493-9220 | (19)3493-5576 | (19)3493-4429 | WhatsApp: (19)99548-0301| (19)99800-7902 contato@petmed.com.br

Por Pauline Machado

Os dias de outono são muito agradáveis. As casas, os jardins e parques permanecem floridos, e nos dias de sol, cheios de gente fazendo exercícios ou caminhando com seus pets.

É aí que temos que ter atenção, afinal, sabemos que os cães gostam de cheirar os matinhos e acabam por morder as plantinhas, assim como os gatos com as plantas de casa.

Mas, como saber quais plantas podem fazer mal à saúde dos pets?

Para nos orientar sobre essa questão, conversamos com a Médica Veterinária, Carol Machado, portadora do CRMV/RJ 11074, clínica geral, hematologista e coordenadora do setor de Terapia Intensiva da Animália Clínica Veterinária no Rio de Janeiro.

Acompanhe!

Como saber se a planta é tóxica ou não ao pet?

Apenas olhando para a planta não temos como saber se é tóxica ou não. Por isso, não é indicado permitir que seu pet coma nem uma planta durante o passeio ou em casa.

Plantas comuns nos jardins podem ser potencialmente tóxicas, tanto as flores, as folhas ou os seus caules.

O que fazer se o animal comer uma plantinha na rua ou em casa?

É indicado levar ao veterinário para que ele oriente quanto a possíveis alterações de acordo com a planta ingerida. Podem gerar desde alterações gastrointestinais como vômito e diarréia, distúrbios de coagulação e insuficiência renal, entre outras patologias.

E se ele tiver comido sem o tutor tiver visto, como perceber que o cão ou gato comeu uma planta tóxica?

É necessário fazer uma inspeção no ambiente para ver se tem folhas ou flores com partes faltando, e verificar se na parte interna da boca do animal tem resquícios de folhas ou flores ou cheiro de plantas na cavidade oral.

Que dicas poderia dar para evitar que os pets comam as plantinhas de casa ou durante um passeio na rua?

Em casa mantenha as plantas em locais altos e no passeio mantenha seu pet na coleira para que tenha a possibilidade de intervir caso ele queira comer uma plantinha

Para finalizar, por favor, cite cinco plantas tóxicas aos cães, e que comumente façam parte do dia a dia da decoração das casas das pessoas, e explique quais são os malefícios causados aos cães e gatos.

Dama da noite – pode levar a vômitos, diarreia, alterações neurológicas como alucinações.

Lírio – alterações renais agudas graves, salivação, vômitos, dor abdominal. Muito comum nos felinos.

Bico de papagaio – pode causar lesão em mucosa, vômito, prurido no corpo, queimação, edema de lábios e língua

Comigo ninguém pode – irritação de mucosa, edema, cólicas, vômitos, fotofobia e lacrimejamento

Hortência – letargia, sonolência, dor abdominal, vômito, convulsão, coma.

Samambaia – lesão hepática, lesão no intestino, diarreia com sangue, febre, sangramento na urina e emagrecimento.

Por fim, é importante saber que não é normal o seu pet querer comer plantas porque está com cólicas. Ressalto porque esse relato é comum no dia a dia da clínica: “Deixei ele comer para se sentir melhor”.

Os animais não sabem por instinto quais são as plantas que são tóxicas ou não, por isso nunca deixe ele comer nem um tipo de planta nem em casa nem no passeio. Temos plantas que são compradas em pet e cultivadas em casa para esse fim. Consulte seu veterinário para saber qual é a mais recomendada para o seu pet.

Acompanhe mais artigos em nosso Blog e no Instagram.